Por que o riso é contagioso?

Você sabe por que o riso é contagioso?

Na verdade: há poucas coisas mais prazerosas do que ver um amigo cair na gargalhada, e em poucos segundos ir junto com ele e começar a rir também. Torna-se uma corrente de diversão em que seu abdômen dói e sua alma se alegra. O riso nos oferece bem-estar emocional e saúde. É um ato que o cérebro julga positivo e, quando o recebe como estímulo, tende a imitá-lo porque é benéfico. Mas por que o riso é contagioso? Existe uma explicação orgânica que justifique esse comportamento? Bem, sim, ele existe e é chamado de células-espelho .

1. O que são células-espelho ou neurônios?
A explicação concreta de por que o riso é contagioso é encontrada na presença das chamadas células-espelho. São estruturas preparadas para as relações sociais, para desenvolver empatia e afinidade com as pessoas ao nosso redor. Poderíamos dizer que é algo instintivo, tão básico que é um ato essencial em crianças pequenas e bebês. Se você observar um pequenino, perceberá que é a primeira coisa que ele imita. Basta ficar na frente dele e sorrir com insistência, para que caiam na gargalhada copiando nosso gesto. Os adultos, por nossa vez, controlam-se um pouco mais em situações públicas, escondemo-nos evasivamente quando ouvimos uma risada ao nosso redor, mas também sentimos esse estímulo como algo positivo dentro de nós que também nos convida a desenhar uma risada em nosso rosto.

2. Risos e emoções positivas
Há outro elemento muito interessante na análise de por que o riso é contagioso. Os cientistas dizem que as emoções positivas são contagiosas com maior intensidade e muito mais cedo do que as emoções negativas. Os mesmos neurônios-espelho os capturam mais cedo, o que nos mostraria que atos tão simples quanto o riso favorecem a coesão social. Nosso cérebro está organizado para priorizar as relações entre as pessoas, atos essenciais para poder viver em sociedade.

Assim, poderíamos dizer que as pessoas têm uma tendência natural a procurar ambientes e situações onde podemos encontrar emoções positivas. E, nesse sentido, o riso é o motivador mais básico e positivo à disposição do ser humano. Um sorriso é suficiente para demonstrar afeto a uma pessoa, para dar aceitação e proximidade. Tudo isso significa que existem inúmeras correntes psicológicas e filosóficas que valorizam tanto a importância do riso, criando uma verdadeira cultura e valorizando-a como algo tão curativo quanto qualquer antibiótico ou vitamina. E é justamente desse potencial de cura e saúde que surge uma das correntes mais interessantes ligadas a um bom riso curador: a risoterapia.

Terapia do riso: curar o riso

Já vimos que nosso corpo é projetado, graças a células-espelho ou neurônios, para responder ou captar o riso das pessoas ao nosso redor. A existência dessa parte de nossa estrutura biológica e anatômica explica por que o riso é contagioso. Se aliarmos esta característica do riso às suas propriedades e benefícios para a nossa saúde, deparamo-nos com uma terapia verdadeiramente fantástica. Quando rimos a plenos pulmões, reduzimos o estresse e a ansiedade, melhoramos nossos sistemas imunológico e respiratório. Além disso, funciona como analgésico, fortalece nossa saúde cardiovascular e abre as portas da nossa imaginação.

Assim, estar em um ambiente social onde o riso é incentivado é, sem dúvida, sinônimo de bem-estar e energia. Quando estamos em um lugar onde as pessoas riem com frequência, inevitavelmente essa energia de positividade e descontração fica impregnada no ambiente e se espalha. E é exatamente com isso que a terapia do riso está comprometida. São encontros ou sessões que se baseiam na capacidade humana de simpatizar e se contaminar com os atos dos outros. Neste caso, o mais positivo.

Em uma sessão de risoterapia, são realizados diversos exercícios e atividades, geralmente dirigidos por um coordenador. Eles procuram trazer à tona o riso espontâneo que todos nós temos dentro. O líder orienta os participantes, até que o riso comece a fluir por conta própria e se espalhar por todo o grupo. É precisamente esse riso sincero e espontâneo que tem os melhores efeitos na nossa saúde, recarregando-nos com otimismo, energia e vontade de viver, afastando a tristeza, a negatividade e a depressão.

Deixe um comentário